sexta-feira, 11 de novembro de 2016

Caminhar e correr têm custo zero e fazem bem à saúde

Compartilhe
A caminhada é um tipo de atividade física mais democrática. Não exige habilidade, apenas disposição; é barata, pode ser feita praticamente a qualquer hora do dia, não tem restrição de idade. Para praticá-la basta apenas um bom tênis. Ao lado da corrida e do ciclismo, forma o tripé de exercícios de baixo custo e de alto benefício à saúde.

Praça do Bairro Juremal em São Paulo do Potengi/RN

Apesar de não terem custo, essas atividades exigem alguns cuidados dos praticantes. “A pessoa sempre deve usar um bom tênis, roupas arejadas, levar uma garrafa de água para se hidratar e usar filtro solar ao se exercitar ao ar livre”. Honorato afirma que os parques e calçadões são boas opções para estas atividades e aconselha ao praticante observar alguns itens de segurança, como se exercitar em locais com circulação de pessoas, iluminados e sem buracos. Para quem pedala, o ideal é sempre usar capacetes, braçadeiras e tornozeleiras e uma bicicleta em bom funcionamento.

O assistente administrativo João Carlos Almeida, 62 anos, cumpre as regras básicas para uma boa corrida. Diariamente, ele se exercita no calçadão do Gama, cidade onde mora. “Corro há 30 anos, não tenho nenhum problema de saúde grave e minha pressão arterial é 12 por 8. O peso é estacionado em 70 quilos”, conta o servidor, de corpo esguio e que não apresenta a idade que tem. Ex-jogador de futebol nas décadas de 1970 e 1980, Almeida adotou a corrida como atividade física há 30 anos, quando encerrou a carreira futebolística.

Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias