sexta-feira, 5 de julho de 2019

São Paulo está nos planos para Uber voador, diz CEO

Compartilhe
Fundada em 2009, a Uber tornou-se um dos primeiros sinônimos de unicórnio no mundo. Mesmo sem nunca ter saído do prejuízo, a empresa foi avaliada em 82,4 bilhões de dólares ao abrir o capital na bolsa em maio e mantém o interesse dos acionistas com os planos de testar uma rede de táxis voadores (semelhantes a helicópteros) em três cidades já no ano que vem. Dara Khosrowshahi, CEO da companhia desde 2017, falou do projeto a VEJA em um evento da companhia sobre mobilidade aérea em Washington, nos Estados Unidos.

A edição impressa de VEJA publicou uma parte da entrevista. Abaixo, uma versão maior, com mais perguntas.

A Uber perdeu 1,8 bilhão de dólares em 2018. Como um modelo sem lucro pode ser sustentável? O negócio vai dar lucro. Estamos numa indústria de 14 ou 15 bilhões de dólares, no transporte de pessoas, comida e carga. O potencial é tão grande que investimos agressivamente. Meu trabalho é fazer com que a empresa se torne lucrativa, e tenho certeza de que a nossa equipe será capaz disso.

Veja

Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias