segunda-feira, 23 de setembro de 2019

Casos graves relacionados ao cigarro eletrônico crescem nos EUA

Compartilhe
Os casos de doenças pulmonares relacionadas ao uso de cigarros eletrônicos subiram para 530 nos Estados Unidos, enquanto oito mortes já foram confirmadas. A vítima mais recente faleceu em setembro. De acordo com informações divulgadas pelo jornal norte-americano New York Times, um homem de cerca de 40 anos deu entrada no hospital em agosto com problemas respiratórios e teve morte confirmada cerca de um mês depois. Ele começou a usar o produto em maio para tratar de dores crônicas.

O Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC em inglês) ainda busca respostas sobre as possíveis causas do problema, uma vez que os pacientes não sabem ao certo quais substâncias consumiram através do aparelho que simula um cigarro. O que se sabe é que muitos utilizaram THC, principal componente ativo da maconha, e nicotina. Além disso, especialistas não conseguiram identificar a evolução da doença até então.

TecMundo

Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias