segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Fátima diz a empresários que Nordeste está ‘pronto para o crescimento’

Compartilhe
A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, disse nesta segunda-feira, 18, a um grupo de empresários franceses, que o Nordeste está ‘pronto para o crescimento’ e que oferece condições adequadas para quem deseja investir na região. Em Paris com outros seis governadores e um vice-governador, Fátima destacou potencialidades econômicas do Rio Grande do Norte e dos demais estados nordestinos.

A viagem a Paris é a primeira articulação internacional do Consórcio Interestadual de Desenvolvimento Sustentável do Nordeste (Consórcio Nordeste). Para ampliar o fluxo de negócios com investidores europeus e fortalecer as relações de cooperação, o consórcio destaca o potencial de consumo e de desenvolvimento da região nordestina, que reúne 57,1 milhões de habitantes e tem um Produto Interno Bruto (PIB) de R$ 898,1 bilhões, equivalente a 14% do PIB brasileiro.

Na agenda pela Europa, além da capital francesa, os integrantes do consórcio vão visitar Roma (Itália), na quarta-feira, 20, e Berlim (Alemanha), na sexta-feira, 22. Depois disso, Fátima irá também para a China, onde buscará investimentos para o Rio Grande do Norte.

“Viemos apresentar nosso mapa de oportunidades e dizer o quanto a região Nordeste está pronta para o crescimento. Destacamos o potencial de riquezas naturais que temos. O RN lidera o ranking de energia eólica no País. Tem a riqueza em petróleo, o sal, os minérios, além do grande potencial turístico”, destacou a governadora, ao sair do encontro com cerca de 40 empresários na sede do Ministério da Economia e Finanças da França.

Segundo a governadora potiguar, um novo encontro entre representantes dos governos nordestinos e empresários acontecerá desta vez no Brasil, para dar continuidade às tratativas iniciadas em Paris. “Quero que elas resultem em investimentos para o nosso Estado, trazendo o que o povo mais precisa: emprego e renda”, disse. Ela ainda reiterou que almeja “um estado produtivo, inclusivo, onde se possa avançar no sentido de garantir melhorias, qualidade e acesso dos serviços públicos que são prestados à população”.

Na viagem à Europa, o objetivo dos governadores é atrair recursos para áreas integradoras, como sustentabilidade, infraestrutura, turismo, saúde, segurança pública, saneamento e energias limpas, inclusive com a perspectiva de abertura de parcerias público-privadas (PPP).

Fátima pontuou também a prioridade ao quesito conectividade, frisando que a sociedade atual é digitalizada e que necessita de atenção especial. “Precisamos dotar a nossa região e os nossos estados com infovias que garantam a conexão com a internet e de boa qualidade. Reforçamos também as prioridades nas questões da agricultura familiar, do saneamento, do tratamento dos resíduos sólidos e do esgoto sanitário. Temos ainda um déficit imenso nessas áreas e temos como desenvolver excelentes parcerias para que possamos avançar nessas direções”, disse.

O governador da Bahia e presidente do Consórcio Nordeste, Rui Costa, mostrou aos franceses as oportunidades em segmentos como energia, conectividade, segurança, além da preservação de rios e nascentes. “Queremos com essa visita aumentar os números de nossa relação comercial com a Europa. O Nordeste é a região do Brasil que tem crescido acima da média. Temos 33 projetos para licitar em PPPs, representando R$ 27 bilhões em investimentos”.

O diretor geral do tesouro francês, Cristophe Bories, disse que “a França investe mais no Brasil do que na China”. “O Nordeste é uma região que tem três vezes a superfície da França e tem desafios e oportunidades para nossas empresas. As autoridades francesas estão mobilizadas para apoiar projetos no Brasil através de financiamentos. Podemos fazer vários tipos de cooperação entre a França e os estados do Nordeste”.

Para Luis Cesar Gasser, representante do Itamaraty presente na reunião, o Governo Federal vê muito potencial nessa parceria do Nordeste com a Europa e está interessado em aprimorar o que for preciso para atrair mais investimentos estrangeiros.

O membro do Movimento das Empresas da França (Medef), Gérard Wolf, se mostrou interessado em dar andamento às negociações e sugeriu uma reunião nos próximos meses em Salvador para aprofundar as discussões com as empresas francesas.

“Essa missão mostra a importância da união dos estados do Nordeste, que enfrentam desafios semelhantes, e que atuam juntos para avançar nas soluções. Estamos mostrando as potencialidades do Nordeste para o mundo em busca de novas parcerias e novas oportunidades de negócios”, comentou o governador do Ceará, Camilo Santana.

Participam também da missão os governadores Rui Costa (Bahia), Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), João Azevêdo (Paraíba), Paulo Câmara (Pernambuco), Wellington Dias (Piauí), assim como o vice-governador Carlos Brandão (Maranhão). O governador de Sergipe, Belivaldo Chagas, não viajou por motivos de saúde e está representado na missão pelo superintendente de Parcerias Público Privadas, Oliveira Junior.




Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias