quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Com vantagem caindo e Biden perto da vitória, Trump volta a falar em fraude sem apresentar provas

Compartilhe

O presidente americano Donald Trump disse nesta quinta-feira (5), mais uma vez sem apresentar provas, que está sendo roubado na apuração dos votos da eleição presidencial. Desta vez, entre outras acusações, ele apontou como fraudulentas as quedas nas margens que ele tinha de liderança em alguns estados.

"Nós estávamos ganhando em diversos estados com uma grande margem, mas os votos começaram magicamente a mudar", disse o republicano.

Na Geórgia, um dos estados-chave para definir as eleições deste ano, a diferença de votos entre Donald Trump e Joe Biden diminuiu para 3,5 mil, segundo a projeção da Associated Press.

A diferença é de cerca de 0,1% dos votos do estado que pode dar ao vencedor o voto de 16 votos delegados. Trump tem, até o momento, 2.445.539 de votos populares (49,42%), enquanto Biden leva 2.441.904 de votos (49,35%).

Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias