sexta-feira, 12 de março de 2021

Anvisa libera Remdesivir e aprova uso definitivo da vacina de Oxford

Compartilhe
A Anvisa liberou também o uso antiviral Remdesivir para tratamento da Covid-19. O medicamento já está sendo usado de maneira emergencial nos Estados Unidos desde novembro. Logo após a aprovação americana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que o remdesivir não é recomendado para pacientes hospitalizados com Covid-19, uma vez que o antiviral não evita mortes, nem o agravamento da doença.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) concedeu, nesta sexta-feira (12), o registro definitivo à vacina da AstraZeneca/Oxford - a 2ª a obtê-lo.

A vacina já tinha autorização para uso emergencial, assim como a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan.

O primeiro registro definitivo foi dado para a vacina da Pfizer, em 23 de fevereiro, mas ela não tem acordo com o governo ou distribuição no Brasil.

Nenhum comentário:

Desenvolvido por Glaucione Farias